6 de fev de 2009

Notas

Comecei o ensaio com trivialidades. O trivial é objeto sagrado num trabalho como esse. Os objetos concretos, espalhados pelo espaço, tem espalhado meus pedaços de alma, por ali e por aqui. Sinto-me satifeito por estabelecer-me como um outsider, neste ensaio – sozinho. Penso nela. Penso de novo. Mando um email pro Cesar “pode descer, já estou em casa”. César vem do escritório e traz o café. Dou três goladas e lembro da Mnouchkine que sempre começa o seu dia de ensaio com uma palavra de ordem. As minhas såo três. Permissão, integridade e… nao lembro a última….Ah, agora me lembro/ A última não foi uma palavra mas um pensamento, repleto de imagens belas.

César e ficções

César tem trazido um olhar enriquecedor e sempre complementar. E talvez o segundo adjetivo, em teatro, seja o mais necessário. Do que adiantariam grandes idéias que apontam para Marte enquanto estamos indo para Plutão? Nas vezes que dirigi, me criticava por anotar demais – pensava ”Dario, você não é crítico”. Mas agora descubro que a qualidade das anotações vai denotar esse julgamento. Meu telefone toca – não atendo. E as do César tem tido maestria. Não me dou bem com diretores de teatro. Nao tive sorte com os que trabalhei. Acredito em dois ou três – que nunca trabalhei. Os que passaram na minha vida foram sempre os de idéias técnicas e pouco femininas. Contenta-me ter chamado o Cesar que é um cara da cena. Em teatro, não exercitou só os músculos dos olhos mas os dos pés também . Os da imaginação, nem se fala.

Nota para o editor/ Se pegar mal o texto acima, mude o “dois ou três” pra “três ou quatro”.

Mas é que depois que o Peter Brook falou da descoberta da cena como algo pedido pela obra, como algo que vai surgir de dentro pra fora,
acham que devem esperar que o Gnomo apareça, sem que lhes destribuam as oferendas. Classificam-se como os “Capitão Talvez” e aparecem nos ensaios com músicas, com climas criados num estúdio de gravação. É preciso resvalar uma pedra na outra, todos os dias. E certamente, ou talvez, o primeiro-primata a ver a fagulha acesa, estava só. E não estava nem um pouco bem.

O César tem idéias femininas e por isso eu gosto dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário